A tradução de finger food seria um buffet para “comer com as mãos”. Trata-se de comidinhas e petiscos que são fáceis de manusear e que nem sempre necessitam de talheres. Uma tendência sofisticada e acessível para diferentes formatos de eventos e comemorações, podendo fazer parte, por exemplo, do catering de casamentos, eventos empresariais ou de festas particulares. Ou seja, é indicado para qualquer tipo de festividade.

Post 37_2_1

Outra característica que beneficia essa tendência é o seu visual moderno e minimalista, completamente contrário daquele aspecto exagerado de buffets. Além disso, não se trata de simples salgadinhos ou mini porções, e sim de refeições altamente “gourmetizadas”, o que justifica o charme e a elegância do menu finger food. E apesar do tamanho bastante reduzido, as receitas não deixam a desejar. Um profissional ou empresa especializada é capaz de desenvolver técnicas e receitas que certamente irão arrancar elogios dos convidados.

Post 37_4_1

Quais as opções para servir finger food?

Palito: para servir com palitos, os ingredientes devem ser mais sólidos, oferecendo maior firmeza tanto na hora de preparar o alimento quanto para quem vai experimentá-lo. Devem funcionar como miniespetinhos. Alguns exemplos são: presunto de parma com melão, batata bolinha com camarão, tomate cereja com mussarela de búfala, rolinhos de abobrinha com ricota e rolinhos de tender com queijo e damasco.

Post 37_5_1

Potinho: a opção ideal para servir versões de mini pratos com alimento que demandam o uso de talheres, como risoto, massas, saladas, escondidinho ou legumes refogados e sobremesas mais líquidas ou pastosas. O material desse potinho pode ser de plástico, de porcelana, ou outros materiais, desde que sejam sofisticados e que ofereçam higiene.

Post 37_1_1

 

Vegetais: alguns vegetais como tomate cereja, endívias, batatinhas ou pepino, desde que combinados com recheios adequados para cada ingrediente, podem contribuir para um finger food ainda mais sofisticado. Algumas técnicas mais específicas são capazes de transformá-los em verdadeiras miniobras de arte.

Post 37_3_1

 

Pães: além dos vegetais, os pães como, mini pães franceses, torradas ou fatiados, podem servir de base misturas mais pastosas. Por exemplo, os diferentes tipos de patês caem muito bem quando misturados com pães.

-

Continue acompanhando nossas novidades através da nossa página no Facebook: Hobart. Lá você encontra notícias, dicas, curiosidades e muito mais sobre o setor tecnológico alimentício.